Notícia
- Atualizado em 31/10/2019

Você é uma pessoa atraente ou uma pessoa repelente?

Por Rosana Valim, diretora executiva e consultora da RV Coaching & Consultoria, empresa credenciada no Escritório de Negócios

Você é uma pessoa atraente ou uma pessoa repelente?

Na minha trajetória profissional, como especialista em desenvolvimento humano ou como executiva, tive a oportunidade de me relacionar com milhares de pessoas e  pude conhecer diversos estilos, aos quais classificarei em apenas duas categorias: “pessoas atraentes” e “pessoas repelentes”.  

Essa classificação um tanto provocativa, pouco usual e muito simplista tem por objetivo estimular você a identificar que tipo de atitude está adotando em seu dia a dia, em seus relacionamentos profissionais ou pessoais. 

Características das “pessoas repelentes”

Pense naquele indivíduo que afasta as pessoas de seu convívio. Usualmente, essas pessoas só conseguem manter relacionamentos pelo poder ou por necessidade. Podem se apresentar como seguras, mas normalmente são inseguras e emocionalmente desequilibradas. Tem dificuldade para lidar com o “meio termo”, sendo extremistas e imprimindo um clima conflituoso e pesado à sua volta

1. Incapazes de se colocar no lugar do outro;
2. Desconfiadas de tudo e de todos;
3. Dificuldade de reconhecer que o outro também tem pontos fortes a serem explorados;
4. Acham que sabem tudo, portanto acreditam que estão sempre certos;
5. Escolhem mandar em vez de negociar pontos de vista;
6. Criam condições para seu próprio bem estar, mas não priorizam o bem estar comum;
7. Enxerga as pessoas como se fossem peças de um jogo ou de um sistema;
8. Superficiais nos relacionamentos, por temerem não ser correspondidos;
9. São brutas e duras, com a alegação de que é por um bom motivo;
10. Criam ambientes nocivos, no qual as pessoas facilmente adoecem (fisicamente ou psiquicamente).


Acredito que as pessoas não escolhem ser “repelentes”. Elas acabam adotando atitudes que repelem as pessoas ou tornam o ambiente nocivo, por algum motivo que pode ser insegurança, necessidade de provar alguma coisa a alguém, falta de equilíbrio emocional, dentre outros motivos.


É importante refletir e observar em você algum comportamento que pode o levar a ser reconhecido como uma "pessoa repelente". Inicie já um plano de ação para reversão desse quadro.
 

Em outro texto, abordarei sobre as "pessoas atraentes".

Mais informações:

www.assessoriarv.com.br | (12) 3624-4810

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos
Parque Tecnológico - São José dos Campos
Contato

Avenida Doutor Altino Bondensan,
500 - Distrito de Eugênio de Melo
CEP: 12247-016
São José dos Campos - SP - Brasil
+55 (12) 3878-9500

Siga-nos