Sala de Imprensa / Notícias

25 de Julho de 2017

Parque Tecnológico ocupa segundo lugar no ranking das melhores instituições para conectar indústria e startups no Brasil

Lista divulgada pela ABDI faz parte do Programa Nacional Conexão Startup Indústria que vai aportar R$13 milhões em inovações em empresas brasileiras

Parque Tecnológico ocupa segundo lugar no ranking das melhores instituições para conectar indústria e startups no Brasil

 O Parque Tecnológico São José dos Campos foi escolhido pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) como a segunda melhor instituição de apoio ao desenvolvimento e conexão de empresas no Brasil. O ranking divulgado na quarta-feira (19) faz parte da primeira etapa do Programa Nacional Conexão Startup Indústria, que irá aportar cerca de R$ 13 milhões em startups que ofereçam soluções inovadoras para a indústria brasileira.

Na primeira etapa deste processo foram selecionadas e pontuadas 17 instituições de apoio -- como o Parque Tecnológico São José dos Campos -- 10 grades indústrias e 100 startups. (veja aqui os selecionados)

Na próxima fase, que segue até o final de agosto, serão formados 10 grupos de trabalho. As indústrias de grande porte, investidores e as instituições de apoio -- dentre elas o Parque Tecnológico -- selecionarão 40 startups para continuar no programa. Cada uma delas receberá até R$ 200 mil.

“Esperamos selecionar startups que tragam desenvolvimento de novos negócios dentro do perfil da região do Vale do Paraíba. As empresas que selecionarmos poderão ser incubadas no Parque e desenvolver aqui seus produtos, gerando empregos e agregando valor à economia regional e ao ecossistema do próprio Parque Tecnológico”, explica Marcelo Sáfadi, diretor de Novos Negócios do Parque Tecnológico São José dos Campos.

Próximos passos
Selecionadas as startups, começa a etapa de prova de conceito, que acontecerá entre agosto de 2017 e fevereiro de 2018. Neste momento as empresas desenvolverão as ideias inovadoras para as demandas das indústrias.

No segundo semestre de 2018, estas soluções serão apresentadas em uma grande rodada de negócios, da qual o Parque Tecnológico também fará parte. As startups que tiverem suas soluções aprovadas receberão novo aporte, desta vez de até R$ 500 mil cada, para que possam fazer o desenvolvimento de projetos pilotos. Ao final, 10 conexões devem ser estabelecidas, gerando negócios entre indústrias, startups e instituições de apoio.

“Nesta outra fase, a indústria ou a startup pode escolher o suporte do Parque Tecnológico para desenvolver tanto a prova de conceito quanto o próprio projeto piloto. Nessas etapas, contar com uma instituição como o Parque dando suporte, mentoria e acompanhamento às startups, é uma garantia para o sucesso do programa”, afirma Sáfadi.

RM Vale
Dentro do Programa Conexão Startup Indústria, o Parque Tecnológico São José dos Campos foi classificado em segundo lugar dentre 20 instituições de apoio de todo os país.
Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba foram selecionadas a Embraer, classificada em 2º lugar no grupo de indústrias, e a Ômega 7, 17º lugar dentre as 100 startups.

A Ômega 7 nasceu no Programa Municipal de Incubação de São José dos Campos e hoje é associada ao Parque Tecnológico, onde faz parte do núcleo de desenvolvimento de soluções inteligentes para a indústria do Arranjo Produtivo Local de Tecnologias de Informação e Comunicação -- APL TIC Vale.

Outras informações sobre o Programa Nacional Conexão Startup Indústria podem ser obtidas no site https://startupindustria.com.br/home.

Cadastre-se
Preencha os campos abaixo e receba nossas novidades em seu e-mail:

Voltar

  • Contato
  • Localização
  • Mapa do Site
Endereço: Avenida Doutor Altino Bondensan, 500 - Distrito de Eugênio de Melo | Cep: 12247-016 | São José dos Campos - SP - Brasil | Tel.: +55 (12) 3878-9500
© 2017 Parque Tecnológico São José dos Campos - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento Web: ClickNow®